Competir no preço ou no valor? Seja Valente e escolha o segundo!

Banana-Bioplastic.jpg

Essa pergunta faz muito empresário engolir seco. Se a empresa estiver no varejo então, a resposta vem mais carregada por conta das experiências vividas ou da concorrência que está oferecendo o mesmo pela metade do preço.

Se sua empresa não competir em valor não terá outra opção a não ser competir em preço.

Se você acredita que seu ramo de negócio é o mais afetado pela competição de preço, convido você a pensar na gasolina que escolheu para abastecer seu carro nos últimos dias.  Sabemos que na maioria dos postos o preço não varia e a pergunta que te faço é: que vantagem você viu em seu posto preferido?

Tirando os especialistas e outras raras exceções , a maioria das pessoas não vai falar do produto básico nem vai dizer que parou no posto “x” apenas por causa de preço. Isso acontece porque valor é a vantagem percebida menos o custo.  Muitas vezes escolhemos um posto de combustível por sua localização, serviços oferecidos e o atendimento.  

A maioria das decisões de compra dos cliente estão ligadas a necessidade e não a preço. Para atingir melhores resultados o empreendedor precisa conhecer onde está atuando:

  • Conhecer seu cliente vender o que é vantagem para ele;

  • Conhecer seu produto e todo potencial para diferenciá-lo da concorrência

  • Saber o tamanho do seu mercado

  • Comunicar as vantagens do seu negócio aos invés de suas características básicas

  • Estar preparado para construir valor, pois o cliente muda de comportamento todos os dias

Sempre vai ter alguém disposto a concorrer por preço. Os importados do oriente que o digam.  Está na sua mão ficar apenas monitorado os preços do mercado ou atuar com foco no valor. 

Lidianne Hupfer