Se sua marca fosse uma pessoa, com quem ela se pareceria?

Com a beleza e energia da Gisele Bündchen? Com a Ivete Sangalo e sua contagiante alegria? Com a força e alegria do Guga Kuerten?

Se olharmos nossa vida, perceberemos que somos amigos de pessoas que veem o mundo de um jeito parecido com o nosso. Quando uma empresa comunica claramente seu posicionamento e seu jeito de ser, as pessoas que tem essa mesma visão de mundo farão o possível para incluir seus produtos e serviços em suas vidas.  As pessoas querem fazer negócio com quem acredita no que elas acreditam, por isso faz sentido uma marca ter um significado e uma personalidade clara.

Don’t act. Behave.

Don’t act. Behave.

A questão não é apenas vender mais, mas alinhar o que mora dentro da empresa com a imagem que está sendo transmitida lá fora. Marty Neumeier sugere que a gente pense no posicionamento das marcas no livro The Brand Gap:

“Se sua marca for parecida com um pato e nadar como um cachorro as pessoas vão desconfiar.” 

Essa frase de Marty sugere que não adianta embelezar e modernizar a comunicação, deixando o resto da empresa para depois. Com o passar do tempo as pessoas notam quando esse desalinhamento acontece.

Confiar no posicionamento, na história e na personalidade que existe na empresa permite fazer negócios com quem acredita no que você acredita e isso gera uma prosperidade natural.

A maneira mais fácil de descobrir com quem sua empresa se parece é analisando sua história e as situações vividas no dia a dia. Como a empresa faz suas escolhas, o que prioriza numa negociação, como recebe os clientes e fornecedores, como organiza suas reuniões. Ao olhar para isso, nem sempre vai ser preciso se comparar a um famoso, o grande ganho é compreender como ela se comporta, o que quer manter e onde quer evoluir.

A Valente apoia as empresas a ampliarem sua visão sobre a realidade da empresa e sobre o futuro que almeja. Como somos e como queremos ser percebidos? Onde estamos e onde queremos chegar como organização? Se essas questões fizerem sentido para o próximo ciclo do negócio, fale com a gente.

Viva seu propósito plenamente. Isso é ser Valente.

Lidianne Hupfer