Qual o propósito da sua empresa?

Marcadas pela necessidade de sobrevivência, muitas empresas deixam de olhar para o seu propósito e a sua sintonia com a sociedade, deixam essa tarefa para depois, ou ainda, acreditam que simplesmente passar uma boa imagem no marketing seja o suficiente. 

Uma alternativa que tem se mostrado cada dia mais um fator chave para o sucesso e a sustentabilidade dos negócios no longo prazo é o propósito. Ele nada mais é do que a resposta para a pergunta: O que o mundo perderia se sua empresa desaparecesse amanhã?

Se a sua primeira reação ao ler essa pergunta foi uma falta repentina de palavras ou, de repente não saber qual a resposta adequada, existe um sério risco de que a sua empresa não seja  inspiradora ou pior: de que você provavelmente não deve ser o único a ter esse sentimento.

O fato é que durante muito tempo foi suficiente saber para quem e o que estávamos vendendo, mas hoje, sem saber o por quê, nossas chances de ter resultado são menores. Quando se fala em “por quê”, não significa apenas ter lucro – esse é um resultado, uma consequência. O “por quê” também não é uma declaração dos produtos vendidos ou produzidos, ele se refere ao propósito ou razão de existir. É ele que dá  sentido e foco para a organização.

Vivemos uma época de crenças elevadas e as pessoas não compram mais apenas o que fazemos, elas precisam sentir que aquela marca é pertinente para elas, precisam se identificar com ela. E isso vale tanto para clientes como para quaisquer outras pessoas envolvidas com a marca. Estamos rodeados de histórias de empresas e marcas que não tem clientes fiéis ou que internamente não estão remando para uma mesma direção.

Joey Reiman, CEO e fundador da BrightHouse uma consultoria que já trabalha há muitas décadas com o propósito, diz que “na intersecção dos talentos de sua organização e as necessidades do mundo, encontra-se o propósito de sua organização.”

Joey Reiman - BrightHouse

 

Isso significa que, quanto mais elevado foi o propósito da sua organização, quanto mais ele se compromete em beneficiar a sociedade, mais pessoas ele irá encantar.

A grande diferença das marcas com propósito é que elas se tornam mais relevantes e significativas do que as outras. Quando o propósito é claro e vivo, ele gera engajamento genuíno de todas as pessoas e organizações em torno do negócio (clientes, colaboradores, empresas parceiras, comunidades e acionistas), criando paixão, pertencimento e compromisso. O propósito também é responsável por gerar diferenciação, relevância e inspiração. As marcas com propósito tendem a ter clientes e colaboradores mais fiéis, tendem a ser mais rentáveis e criam um legado duradouro.

Para que tudo isso tenha efeito, é relevante pontuar que as pessoas só irão perceber e entender essa organização a medida que elacomunica o que acredita e age de acordo. Isso quer dizer que fazer somente uma ação isolada não entrega o seu propósito, a organização tem que se comprometer plenamente com a posição que toma. Se o propósito não é vivo e verdadeiro, ele vira um quadro de missão pendurado em uma sala que ninguém enxerga e vive. É como a frutaria que diz oferecer alimentos frescos e direto da terra para você, mas vende pêssegos passados. Com o tempo esses negócios começam a dar sinais de problemas, seja nas finanças ou na equipe. As pessoas vão percebendo que têm alguma coisa errada. 

Um ponto importante, é o foco das empresas com propósito em equilibrar as necessidades e desejos de todas as partes envolvidas com ela, e não apenas do acionista. Vemos que as marcas com propósito são altamente engajadas em fomentar relações ganha-ganha com todos, formando parcerias duradouras que trazem inúmeros benefícios para todos os envolvidos.  No livro “Os segredos das empresas mais queridas” deRaj Sisodia, há um estudo que comprova que cada parte tende a prosperar mais quando todas as partes prosperam.

Isso ocorre principalmente porque é assim que uma empresa com propósito consegue satisfazer as necessidades tangíveis e intangíveis de cada uma dessas partes que a compõe, de uma maneira que as encanta, gerando empatia e fidelidade para com a empresa.

É como um supermercado que valoriza não só os seus clientes, mas também seus colaboradores, fornecedores e comunidade, desenvolvendo e apoiando o crescimento de cada um deles. Quando há o desenvolvimento conjunto, essas pessoas irão lembrar desse supermercado e vão ajudar de alguma forma, seja comprando, trabalhando com mais foco, criando melhores parcerias. No fim das contas, essas organizações criam valor para si no longo prazo, tanto em termos de faturamento quanto em valor de marca.

Quando uma organização tem clareza do propósito de sua marca seu crescimento é mais certo. Quando os gestores de todas as áreas reconhecem o foco e seu propósito, as dúvidas sobre as vendas, sobre clientes chave e estratégia de negócio ficam reduzidas e há mais fluidez nas escolhas de caminho.

Mas como descobrir qual o seu propósito? Geralmente ele pode ser encontrado na história das pessoas que fazem a empresa. Voltar às origens pode ajudar a entender onde brilham os olhos, o que motivou as pessoas a começar e então descobrir que a empresa já faz ou pode fazer algo significativo para si e para o mundo.

Que seu propósito possa envolveras pessoas e transformar o entorno do seu negócio. Isso movimenta o mundo de forma positiva e ainda gera resultados, pode apostar!

O propósito da Valente é criar espaços que permitem ampliar a visão das empresas aplicada ao seu marketing. Fazemos isso com alegria e o resultado aparece diretamente nos números de nossos clientes. Entre em contato com a gente para saber como podemos ajudar sua marca a ampliar a visão sobre seus resultados.